A influência do ambiente no bebe

É preciso que o primeiro contacto que estabelece com o mundo exterior seja o melhor possível. Isso aplica-se não só aos aspectos físicos e materiais que rodeiam o bebé como também ao lado emocional, isto é, a relação afectiva entre ele e os pais, que são os seus primeiros pontos de referência.

Em casa

O primeiro mundo do bebé é o seu lar e por isso é necessário proporcionar-lhe um ambiente adequado, onde ele possa viver em segurança. Uma casa que permita um correcto desenvolvimento da criança, proporcionando um bem-estar físico e mental à família.

A divisão onde o bebé irá passar a maior parte do tempo é no seu quarto. Este deverá estar adaptado às necessidades da criança – que se adequam à medida que ele cresce – e deverá ser encarado não só como o local onde a criança irá dormir e descansar, mas também como um lugar seguro, de brincadeiras e lazer.

Mas não só os espaços físicos devem ser tidos em conta. Para o correcto desenvolvimento e estimulação sensorial, os pais deverão adoptar atitudes que possam contribuir positivamente para isso. Assim, interagindo na aprendizagem do bebé, eles deverão reservar tempo para aproveitar ao máximo as brincadeiras. Uma simples brincadeira de mãos, por exemplo com fantoches, não só estreita o relacionamento entre pais e filhos, como ajuda a despertar o mundo dos sentidos do bebé.

Fora de casa

As crianças habituadas a contactos exteriores são habitualmente sadias e activas. É muito importante expor o bebé a ambientes, actividades e pessoas diferentes.

Cada novainteracção estimula os sentidos do bebé e desperta a sua curiosidade.

Assim que for possível, deve levar-se o filho para fora de casa, para passear, aproveitando para comentar com ele o que se vê, o que se ouve, o que se cheira e o que se toca. É bom também incentivar a proximidade com a natureza. É preciso deixá-lo tocar em árvores e plantas, agarrar a terra ou a areia, brincar com animais domésticos, descobrir espaços amplos para começar a gatinhar ou andar, etc. Para além de proporcionar um ambiente cheio de estímulos, é também benéfico para a saúde, pois respira-se ar puro, ajustando à idade da criança.

O contacto com outros bebés

É importante que os bebés desde logo tenham contacto com crianças da sua idade. Essa interacção e socialização revelar-se-á muito importante para o desenvolvimento psíquico. Ao contrário, a ausência dessa convivência poderá transformar a criança solitária, com dificuldades em brincar em grupo e em colaborar com os outros. Quando se trata de filhos únicos, o próprio sentimento de partilha acaba por não ser desenvolvido.

Artigos relacionados